Gestão

O período de recesso de fim de ano é bom ou ruim para o empreendedor?

20/12/2017 • por meuSucesso .com

Tudo depende de como você lida com a situação

A pergunta que dá título a este artigo é um tanto quanto difícil de ser respondida, porque depende de muitos fatores. De maneira geral, o fim de dezembro costuma ser mais parado na maioria das organizações. É quando começam a acontecer as confraternizações, parte das equipes entra de férias, o movimento cai. E aí, à primeira vista, o resultado pode ser ruim. Afinal, menos movimento significa menos faturamento. Mas vamos aos poréns.

Dependendo do segmento, esse pode ser o melhor período do ano. O varejo, por exemplo, nunca vende tanto. O setor de entretenimento e lazer também não tem do que reclamar. Então, está aqui a primeira ressalva à afirmação de que dezembro é um mês ruim para os negócios: depende do tipo de negócio que você faz.

Outro ponto: mesmo em organizações que não lidam com a sazonalidade, o que a princípio pode parecer uma época ruim pode ser ressignificado. A baixa no movimento do fim de ano pode ser aproveitada para as reuniões, planejamentos, avaliações, ajustes. São coisas que demandam tempo da equipe e que, em períodos de muito movimento, atrapalhariam de alguma maneira o fluxo normal de trabalho.

E ainda há outra questão: não é porque o ano está no fim que todo mundo tem que entrar no modo “economia de energia”. Se a empresa optar por manter o ritmo, deve criar mecanismos para trabalhar o ânimo do time e engajar todos na manutenção do bom fluxo de trabalho.

Enfim: não tem essa de tempo ruim. Tudo depende de como você lida com a situação, não é mesmo?

Conteúdo Administradores.com especial para o meuSucesso.com

Comentários