Empreendedorismo

Dicas para encontrar o melhor mentor para a sua empresa

30/05/2017 • por meuSucesso .com

Veja as diferenças entre coaching e mentoria e confira os conselhos para encontrar o melhor mentor para sua empresa

Na hora de montar e desenvolver um negócio, o empreendedor, principalmente o de ''primeira viagem'', se depara com muitas dúvidas e incertezas. Análises erradas e decisões impensadas podem, muitas vezes, levar ao fracasso do empreendimento. Como diminuir as chances de erros e garantir a condução de um negócio eficaz? É verdade que só se aprende na prática, mas contar com a ajuda de um mentor pode ajudar - e muito - no processo.

Nesse sentido, dois métodos são conhecidos do público: o coaching e o mentoring. No primeiro, o processo é conduzido por um profissional credenciado, o coach que auxilia o ''coachee'' a planejar e traçar objetivos. Com o coaching, o profissional ''sairá do estado atual para o desejado, entrará num processo de evolução contínua, em busca dos resultados desejados'', explica o Master Coach José Roberto Marques.

Já no mentoring, um profissional geralmente mais velho e experiente orienta o mais jovem, sem estabelecer prazos e objetivos concretos, já que a condução é contínua, de acordo com a evolução do profissional. "No mentoring a condução é feita por um especialista em determinada área que dará instruções, dentro de sua experiência, aos mais jovens, visando crescimento profissional", afirma Marques. 

Algumas dicas são úteis para quem deseja encontrar o melhor mentor para o seu negócio:

1. Avalie a experiência

Ser mais velho ou ter muito tempo de mercado não significa, necessariamente, que o profissional será um bom mentor. Considere que tipo de experiência o seu mentor possui, em quais áreas já trabalhou e os cargos que ocupou. Funções diferentes implicam em habilidades diferentes, que podem se encaixar ou não com o conhecimento que você procura.

2. Considere os valores e missão de seu negócio

É importante que o seu mentor entenda a missão da sua empresa e tenha valores compatíveis com os da sua organização.

3. Não se atenha ao sucesso de seu mentor

O seu mentor não precisa ter apenas negócios e experiências bem sucedidas para que a sua bagagem seja válida. Pelo contrário: alguém que já cometeu erros saberá ajudá-lo em determinados aspectos que apenas a vivência é capaz de ensinar, então não se atenha a um currículo perfeito para confiar em seu mentor.
 

Comentários

Leia também