Empreendedorismo

Quer ser um líder admirado? Saiba o que eles têm em comum - por Sofia Esteves

25/08/2016 • por Sofia Esteves

Jorge Paulo Lemann e Abilio Diniz são os líderes mais admirados. Saiba porquê

Como fazemos há 15 anos, investigamos quem são os líderes mais admirados pelos jovens. Só que desta vez decidimos ampliar o público da pesquisa, que deixou de se chamar Empresa dos Sonhos dos Jovens e ganhou o nome de Carreira dos Sonhos. Incluímos nela a média gestão e a alta liderança. E o que descobrimos ao analisar as respostas de mais de 72 mil participantes é que há muito mais semelhanças do que diferenças entre as aspirações de profissionais em diferentes momentos carreira. E isso aconteceu também na eleição dos líderes empresariais mais admirados.

No topo da lista, estão Jorge Paulo Lemann e Abilio Diniz, como podem observar na tabela abaixo. Então nos perguntamos, o que eles têm em comum para serem os mais admirados por jovens, profissionais na média gestão e executivos?

Ao analisarmos o perfil dos dois empresários, observamos, em primeiro lugar, que trazem consigo a ideia de que não importa de onde vêm, as pessoas podem conquistar qualquer coisa, desde que se esforcem. Eles construíram suas histórias de sucesso. 

Jorge Paulo Lemann inspira por sua visão empreendedora, por utilizar a meritocracia como base para tomar decisões, por sonhar grande e fazer virar verdade, seguindo sempre seu propósito de vida. É compreensível ele ser referência para os jovens brasileiros, que neste momento de vida estão focados em construir uma carreira de sucesso.

Abílio Diniz também é referência de conquistas e realização profissional, mas é também referência da integração entre os diferentes aspectos da vida: profissional de sucesso que consegue investir no bem-estar e na família. Para os profissionais da média gestão e alta liderança, representa o que esperam para este momento de vida: integrar carreira com vida pessoal.

As pessoas estão dispostas a seguir um líder que inspira pelo exemplo. Que representa o que desejam para si: trabalho, desenvolvimento, conquista, coerência, transparência e valorização da vida pessoal e da saúde.

E a liderança que inspira não tem nada a ver com o cargo que o líder ocupa. A hierarquia, por si só, está sendo desafiada e perdendo seu poder. Os profissionais não têm seu desempenho impulsionado seguindo ordens apenas. O líder inspirador não é o chefe que manda e é obedecido pela autoridade do cargo que ocupa. Ele é consciente e está pronto para desenvolver as pessoas e os negócios.

Por isso tudo, acredito que a mensagem mais importante aqui é a de que os líderes e os empreendedores que aspiram ser grandes líderes precisam buscar a coerência entre o que dizem e o que fazem; estar atentos às novas demandas da sociedade e conscientes de seu papel no desenvolvimento da equipe. É por aí que passa o caminho do líder que irá inspirar as pessoas e manter os talentos por perto.

E em um mundo no qual os avanços tecnológicos acontecem a todo momento, mudando completamente o cenário de negócios de uma hora para outra, talento e não dinheiro é o que vai garantir a competitividade das empresas. Concorda?

Comentários

Quem escreve

Sofia Esteves

Presidente do Conselho em Grupo DMRH /Cia. de Talentos

Fundadora e presidente do Conselho do Grupo DMRH, compartilha neste espaço o que há de mais novo em carreira e gestão de pessoas. Ideias, reflexões e tendências para impulsionar o desenvolvimento pessoal dos empreendedores e de sua equipe.